quinta-feira, 14 de setembro de 2017

O balanço...nova sala...novas aventuras!

Uma semana de colégio que está quase a terminar, não quisemos deitar foguetes antes do tempo, mas para já corre tudo maravilhosamente bem.
Tanto eu como o pai estávamos ansiosos com esta entrada no bibe Azul, porque conhecemos-te tão bem e sabemos que estar muito tempo sentada não é de todo o teu forte :) tu adoras brincar (e ainda bem) com 5 anos é isso que deves fazer na perfeição, és filha única (para já) e este último ano tem-se revelado menos fácil e tens sido posta a prova com momentos emocionais dolorosos, tivemos uma perda que nos abalou a todos e a ausência repentina dos primos (que não foram para o fim do Mundo estão apenas em Londres) revelou-se numa tragédia no alto dos teus 5 anos (e nós compreendemos), e tentámos nestes últimos meses fazer de tudo para tu voltares a ser o que eras e compreenderes que estas atitudes dos adultos não são feitas de ânimo leve muito menos de coração ao lado, custa a todos e é algo necessário se queremos seguir com a vida para a frente.

Desta forma nós optámos por estares 2 meses e meio de férias, eu fui operada a um ombro no final de Junho e a partir daí escola nem vê-la entre os avós, os primos que chegaram entretanto, e nós as férias fizeram-se (temos a perfeita noção que somos uns sortudos em conseguir proporcionar-te isso), mas este foi um tempo fundamental para os três voltarmos a estar em sintonia.

Outra forma de ultrapassar o feitio com que estavas a ficar foi sermos firmes, estavas a ficar numa criança super mimada e tudo o que é em exagero torna-se feio, e neste ponto estávamos a chegar a um limite, por isso as regras foram reforçadas, os castigos (infelizmente) teve que haver um mas foi à séria ( 1 semana sem televisão, tablets ou telemóveis) e tu respeitas-te sabias que tinhas errado, durante as férias não houve horários nisso deixamos o teu relógio comandar o teu corpo, fomos falando contigo sempre pela positiva e com muita calma sobre o colégio a nova sala o método, umas vezes ouvias outras dizias mesmo "Mãe a sério? estou de férias depois falamos" e eu e o pai respeitámos isso.

No domingo (véspera) do grande dia eu e o pai tivemos uma conversa com ela, porque ela começou a dizer que não sabia as letras e queria contra até 30 e que não era capaz entre outras coisas, e na nossa opinião toda aquela ansiedade não é justa nem correcta para uma criança de 5 anos, e calmamente explicamos que para nós pais não é importante que ela saiba ler escrever contar até 30 ou até 100, não queremos que fale Inglês espanhol e francês e que nade como uma nadadora de competição ou que dança como uma bailarina profissional, queremos primeiro que tudo e principalmente que ela seja feliz e que desfrute de cada momento, se no meio dessa felicidade ela conseguir aprender algumas coisas excelente, este é o nosso lema, por isso seja agora aos 5 anos ou seja noutro ano qualquer queremos que sejas feliz, que brinques, que saltes, que rias, corras e que no fim em cada momento lúdico destes aprendas porque assim tem que ser, como diz Benjamin Franklin " Diz-me e eu esqueço-me, ensina-me e eu lembro-me, envolve-me e eu aprendo".

Ela ouviu-nos com atenção muita atenção mesmo, e reteu estas nossas palavras, até agora apesar de estar num colégio com método de cartilha Maternal as educadoras por onde tem passado têm este lema e tudo é dado de uma forma muito lúdica e por isso continuamos satisfeitos com a nossa escolha, só espero que assim continue e que no 1 ano não apareçam os trabalhos de casa que tanto somos contra :)
O tempo passou e chegou o primeiro dia acordaste bem-disposta e regressaste ainda mais feliz! ("Mamã afinal é só coisas fáceis") foi a tua primeira frase assim que viste a mãe.

No segundo dia foste feliz e vieste radiante... (tinhas aprendido a primeira vogal o "i" e até estiveste a escrever, há noite antes de dormir dizes "Mãe daqui a nada já sei escrever e vou fazer uma carta de amor para o pai dar-te." Ahahah boa filha )

No terceiro dia até parece mentira mas de sorriso foste e sorriso vieste. (fizeste uma pequena birra porque querias brincar com uma amiga que adoras a "sua kika" como dizes mas depois passou)

Hoje foi dia de check up aos olhos (depois conto) e a seguir foste para o colégio, hoje mais triste por causa da roupa não ser de princesa, mas ias com vontade e ficaste bem é o mais importante, vamos ver como termina o dia e como corre o de amanhã esperemos que seja sempre assim.

 
 
 

 
 
 

 
Sempre com um sorriso, sempre de vestido  e orgulhosa por se sentar numa mesa de crescidos!


 


Sem comentários:

Enviar um comentário