sexta-feira, 21 de abril de 2017

Para o teu Pai

Hoje escrevo para o teu Pai ou Papi como chamas...
Estamos em Abril (quase no fim) tu vais fazer 5 anos e a mãe e pai vão celebrar 17 anos que estão juntos.
Quando o conheci era uma criança e ele apesar de mais velho era também uma criança.
Iniciamos a medo um namoro que sabíamos que seria para sempre, mas sempre com receios...
Fizemos promessas e juras de amor.
Lembro-me da forma como nos conhecemos como se fosse hoje, da roupa que vestia, do seu cheirinho de tudo... Vou-te contar como foi...
Tínhamos um casamento nesse dia 5/8/2000 um casamento de um amigo de infância do Pai, e um amigo e vizinho meu, o T a preparar o seu casamento dizia-me vezes sem conta, vai um amigo meu o  Diogo giro giro para ti :) mas eu nem ligava passamos semanas nisto e no dia do casamento um dia lindo de sol,  sem ninguém nos apresentar o nosso caminho cruzou-se mesmo no início do copo d'Água, o pai levava namorada e eu afastei-me logo, mas na verdade os nossos olhos não paravam de se cruzar! 
O casamento terminou e eu fui para casa sem pensar mais no assunto (mentira) passei a noite toda a perguntar quem seria aquele rapaz.
Um dia depois do casamento o telefone de casa toca e alguém diz que é para mim, fui e daquele lado ouvi a voz de uma rapariga que nunca tinha ouvido que me disse : 
"Olá sou a C lembras te do casamento de ontem?" 
"Sim" disse eu.
" Estava lá um rapaz que não parou de olhar para ti, ele queria encontrar-se contigo falas com ele? " 
" Claro que sim" disse eu...ele veio ao telefone apresentou se é lá combinamos o encontro"
O teu avô não podia sequer sonhar com isto fiz tudo às escondidas afinal eu só fazia 17 aninhos em outubro desse ano. (espero que isto não te dê largas a imaginação pois o teu Pai diz que namorados só aos 25)

A tua tia ajudou-me levou me e disse-me tem cuidado por favor, e eu fui encontrar-me com um desconhecido que tinha visto durante umas horas apenas, mas não sei porquê achei que estava a fazer o correcto e estava! Dia 8/8/2000 iniciamos então esta aventura. 

Depois deste vieram muitos mais, vieram também algumas zangas claro, mas ao longo destes quase 17 anos soubemos sempre manter a chama da paixão acessa, podia ser diferente sim se calhar podia, mas a verdade é que o mais importante está cá.

O rapaz que conheci outrora agora está um homem de 40 ainda mais bonito.
O rapaz que conheci outrora passou de menino a homem, de homem a Pai, e foi aqui nesta parte da vida que percebi o quanto ele preenchia o que faltava em mim.
O rapaz que conheci faz-me tão feliz que não dá para descrever está comigo em todos momentos, dá-me força, ri e chora comigo.
O rapaz que conheci continua a dar os melhores abraços, os melhores beijos, continua o mais chato, o mais resmungão e muito esquisito :) 
O rapaz que conheci acima de tudo e de todos ama a sua família.
O rapaz que conheci tornou se o melhor Pai de sempre! 
O rapaz que conheci só cometeu um erro mas eu sei que vai realizar o desejo da mamã agora teu também de nos veres casados, se muda alguma coisa? Não apenas me faria mais feliz! Mas eu sei que vai acontecer e quando menos esperarmos :) 

Este rapaz é aquele que ajudou a gerar-te, que preenche os nossos sorrisos que seca as nossas lágrimas, este é aquele que vamos proteger para o resto das nossas vidas tal como ele nos protege a nós. 

Como diz esta música que saiu agora da Carolina Deslandes Para a vida toda

E desta vida toda vieste tu ainda dar lhe mais cor, mais amor! 

























Sem comentários:

Enviar um comentário